Dia dos namorados chegando (se não lembrava da data é dia 12… ok, deixo você sair correndo para comprar o presente, mas só após ler este texto…) que tal relembrar alguns casais que marcaram 2016 nas telonas?

Praticamente todo filme tem um casal se formando, muitas vezes como tema central dos longas. Algo natural a vida fica muito mais  cara, ops, doce quando temos alguém para roubar a nossa coberta naquela noite gelada…

Eu não vou citar aqui os casais clichês de comédia romântica (ok, vou falar de uma, mas é que o filme é realmente bom e o casal merece…), a representação dos encontros, desenvolvimento e conclusões dos personagens geralmente não trazem nada digno de nota… Então tentarei diversificar e cobrir vários tipos de casais.

Vamos à lista dos 5 filmes, com um breve comentário sobre o casal e algumas indicações de filmes correlatos:

1) CAROL: 

Carol

O longa foi indicado em 6 categorias do Oscar deste ano. Em duas delas as atrizes Cate BlanchettRooney Mara foram contempladas com a lembrança da Academia. E a indicação foi pelos papéis de Carol Aird (Blanchett) e Therese Belivet (Mara). As duas formaram um casal complexo, real e muito forte. Carol é, aparentemente, forte e sedutora, mas vive com um problema com a guarda do filho. Therrese é insegura e está insatisfeita com o próprio destino, principalmente no trabalho. Quando elas se unem a mágica acontece: a personalidade de ambas se entrecruzam e os personagens evoluem, transformam-se, amadurecem. No final fica até difícil determinar qual delas é a protagonista (no Globo de Ouro ambas foram indicadas na categoria principal). Carol, além de nos trazer uma luta de duas mulheres para reivindicar um direito básico, mostra a sutileza e conflitos de um casal se construindo.

Ver também: Amor por Direito, com Julianne Moore e Ellen Page, onde duas mulheres lutam pelo direito de legitimar a união delas.

TRAILER DE CAROL:

 

2) SNOOPY & CHARLIE BROWN: PEANUTS, O FILME

Snoopy

Aqui não vou destacar a história de amor entre um menino e o cão (mas poderia ser). Como o foco são os casais vou falar de Charlie Brown e a menininha ruiva (o nome dela não é citado). Charlie é um garoto inseguro e, Mesmo cercado de amigos ,  tudo que ele tenta nada dá certo. Mas que puxa… Então eis que surge na cidade uma bela menina e se torna a paixão platônica de Charlie. O amor infantil se contenta com poucas, bem poucas mesmo, palavras e gestos simples. Um casal singelo, simples, mostrando o que de mais puro tem nas relações. Já pensou em dar um lápis de presente do dia dos namorados? Pode funcionar…

Ver também: Anomalisa, também animação, mas com teor bem mais adulto, vemos como uma relação pode mudar a mente de um homem.

TRAILER DE SNOOPY & CHARLIE BROWN: PEANUTS, O FILME:

 

3) A GAROTA DINAMARQUESA: 

the-danish-girl-eddie-redmayne
O que você faria se o teu marido começasse a se identificar como mulher? Gerda Wegener (Alicia Vikander)  passou por esse dilema. Einar Wegener (Eddie Redmayne) vai assumindo a verdadeira persona com a qual ele nasceu, a feminina Lili Elbe. Os dois tinham uma boa relação, além de marido e mulher, eram pintores e a arte fervilhava na residência deles. Depois que surge a figura de Lili o amor permanece, mas a relação fica estremecida. Ambos tem que ressignificar o conceito que eles tinham. Os dois foram tão bem que tiveram indicação ao Oscar, sendo que Vikander levou a estatueta.

TRAILER DE A GAROTA DINAMARQUESA:

4) ROTEIRO DE CASAMENTO:

Roteiro de Casamento

Dois atores, Fabián Brando (Adrián Suar) e Florencia Córmik (Valeria Bertuccelli) se conhecem em uma gravação, mas ele não sai do personagem e ela se apaixona pela persona que ele criou e não por ele. Quando ele se revela o verdadeiro ser, gera conflitos, mas aí já estão apaixonados. A história tem um que de clichê, mas acreditem o longa argentino vai um pouco além e cumpre aquilo que toda comédia romântica deveria ter: muito humor e um casal cheio de química. Ambos tem defeitos e qualidades que o tornam reais.

Ver também: As Ovelhas não perdem o Trem, exibido este ano no Brasil, é uma comédia romântica espanhola com vários casais e também muito engraçada, com romances que convencem.

5) DEADPOOL: 

Deadpool

Um dos posteres da divulgação foi feito com o intuito de vender Deadpool, na base da brincadeira, como um filme de romance. Sim, meus caros, mas quem diria que o Mercenário Tagarela iria render uma bela história de amor de verdade! Wade (Ryan Reynolds) e  Vanessa (Morena Baccarin) fizeram um casal cheio luxúria comemorando cada data do ano de um jeito bem especial (homens nunca mais ficarão tranquilos no Dia Internacional da Mulher….entendedores entenderão…). Além disso todo o romance deles é um dos plot principal do longa, quase em uma metáfora para A Bela e A Fera.

TRAILER DE DEADPOOL:

Viram todos os filmes dessa lista que preza pela diversidade? E vocês: lembram de outra dupla marcante que recheou as telonas em 2016? Deixem aí nos comentários…